Na hora de fazer a tatuagem é fundamental que se tenha em mente a importância de escolher um período do ano que seja mais adequado para fazer a dermopigmentação. Fazer uma tatuagem implica não apenas na escolha de um desenho, tema, cores, de um local do corpo. É importante lembrar que a Tatuagem requer cuidados, em particular logo após ser feita. Por isso é fundamental escolher uma época do ano que o corpo não fique muito exposto, uma vez que a tatuagem não poderá ficar exposta ao sol.

 

Os grandes tatuadores sempre recomendam que as tatuagens sejam feitas fora do período do verão – em particular para as pessoas que adoram tomar sol, ou terão a parte do corpo que foi tatuada, de algum modo, em contato direto com o sol. Fazer uma tatuagem no inverno é sempre melhor porque a área tatuada sofre uma lesão – não se deve esquecer que o desenho é feito a partir de furos feitos com agulhas e que vão “desenhado” a pele. Há um período necessário para a cicatrização que não costuma ser tão rápida.

 

Vale salientar que o nosso organismo interpreta uma tatuagem quase se ela fosse uma queimadura de segundo grau, então há uma pequena inflamação local que deverá ser tratada de acordo com as orientações do tatuador. Usar pomadas adequadas, não expor o local ao sol, não “arrancar” as casquinhas que se formam sobre o desenho (que na verdade estão ajudando no processo de cicatrização), não deixar pó, pelos de animais, água com grande quantidade de produtos químicos e areia caírem sobre o local.

 

Quem quer aproveitar o verão e mostrar uma nova tatuagem deve fazer um planejamento para que ela seja feita com um mês de antecedência antes de sair de férias no verão em especial os que irão passar o período em praias e piscinas. Depois de passado o período de cicatrização, segundo os tatuadores, não há qualquer risco para a tatuagem, nem para a saúde da pessoa.

 

Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados em relação à tatuagem por longa data. É importante que se faça a aplicação de filtro solar sempre sobre o desenho, sempre meia hora antes da exposição ao sol e garantir novas aplicações de duas em duas horas, bem como ao sair da água. De fato, isto serve para evitar que a tatuagem não perca brilho nem cor que a exposição ao sol pode causar, é imperativo redobrar cuidados com o protetor solar, por isso, escolha sempre um fator elevado e que proteja simultaneamente dos raios UVA e UVB.

 

Tags: , , ,